Stress? Não, obrigada!

«Saiba como libertar a tensão provocada pelo stress


Não são as dificuldades que definem o rumo da sua vida, é você mesma. Exclusivamente para si, boa semana.

Esteja atenta e Não FAÇA:
- Monitorize a fome emocional; aquilo que podemos designar “comer em cima dos sentimentos”.
- Monitorize a compulsão em relação aquilo que faz por prazer; avalie os aspetos positivos e os aspetos negativos.
- Monitorize os seus hábitos.
- Monitorize o seu perfecionismo.
- Monitorize a pressão social (tradições e regras instituídas pela sociedade que são disfuncionais), não diga SIM quando quer dizer Não.
- Monitorize a sua honestidade (somos humanos e seres limitados na auto avaliação; auto engano e auto ilusão).
- Largue o controlo; aprenda a delegar (não consegue controlar pessoas, é um mito, é uma tarefa impossível.
- Nos conflitos entre pessoas significativas; não se centre nos problemas (pessimista e ou demasiado crítico), seja o agente de mudança.
- Monitorize a sua vergonha tóxica que reforça os erros cognitivos associados ao “Não sou capaz…” ou “Não consigo…”.
- Monitorize os seus sentimentos de culpa (remorso, privação) e a raiva (frustração, ódio, injustiça, impulsividade).


FAÇA:- Exercício físico.
- Pratique uma tipo de alimentação saudável e diversificada.
- Sorria.
- Seja honesta com os seus sentimentos de preferência com os sentimentos dolorosos.
- Faça o seu melhor possível.
- Quais são os seus talentos “escondidos”? Hobbies.
- Faça sexo.
- Siga as suas prioridades, (primeiro as coisas urgentes depois as coisas importantes).
- Organize as suas atividades.
- Seja pontual, dê o exemplo.
- Trabalhe em equipa – em situações criticas “duas cabeças pensam melhor que uma”.
- Invista na comunicação honesta por exemplo; oiça com atenção.
- Integre os paradoxos de uma forma construtiva – existem pessoas que nos desiludem, mas nós também desiludimos outras pessoas.
- Reforce as suas convicções (valores, sentimentos, princípios).
- Defina objetivos realistas e auto motivacionais,- Seja autónomo e persistente na concretização dos seus sonhos (acredite no impossível).
- Saia da sua zona de conforto (rotinas e enfrente o medo do desconhecido).
- É Ok cometer erros.
- Enfrente os seus ressentimentos de uma forma construtiva e pratique o desapego emocional.
- Dedique mais tempo à família.
- Pratique a espiritualidade através da meditação, da oração, da contemplação, da reflexão, do sonhar e da introspeção no contato com pessoas, natureza, rituais, símbolos, etc..
- Nos conflitos entre pessoas significativas centre-se nas soluções e nas convicções em comum.
- Faça uma gestão construtivas da dor; faça escolhas saudáveis, faça auto critica e evite o prazer imediato.
- Seja carismática.
- Apaixone-se.
- Faça um diário das coisas pelas quais se sente grata.»

Comentários

Mensagens populares deste blogue