Mude a sua casa e melhore a sua vida I

«Descubra se o seu estilo decorativo está a influenciar negativamente a sua vida

 
Se os olhos são o espelho da alma, o lar é, segundo o feng shui, um reflexo da vida, repleta de energias que podem (ou não) jogar a seu favor.
Para pôr ordem na sua casa e revelar todo o seu potencial escondido, desafiámos Alexandre Saldanha da Gama, um dos principais especialistas nacionais em feng shui a partilhar consigo alguns dos princípios desta disciplina oriental. Descubra o que a sua casa diz de si e conheça as estratégias que ajudarão a transformá-la num espaço de equilíbrio e harmonia.
Quais os princípios do feng shui?
Organização do espaço de uma forma harmoniosa, de maneira a podermos tirar o melhor partido dele. Muitos pensam que transformar um espaço segundo o feng shui é torná-lo zen, mas não é assim.
Na verdade, não há uma regra universal, tudo é organizado em função da finalidade. Uma área de lazer poderá ser mais tranquila ou não. Em casa, podemos ter uma sala mais tranquila e outra dinâmica para receber amigos.
Pode ser encarado como o lado mais espiritual de um espaço?
Há quem o considere uma filosofia ou arte. Eu chamo-lhe disciplina porque é um conjunto de técnicas para a boa organização do espaço.
Tal como há pessoas que interpretam os sinais do corpo humano, no feng shui interpretamos os sinais da casa e comparamos as características do local e o tipo de vida da pessoa.
Como podemos localizar as energias presentes em casa?
Há zonas com qualidades de energia diferentes. A fachada Sul é mais dinâmica enquanto a Norte é mais estagnada, não permite ter os horizontes abertos. No lado crescente, temos uma energia ascendente e no lado poente o inverso, ou seja, uma energia de recolhimento.
Assim, visto que o sul é mais dinâmico podemos defini-lo como zona social e optar pela área Norte, mais tranquila, para um quarto.
Qual a importância dos elementos da natureza?
A água, árvore, fogo, terra e metal são os cinco elementos da natureza e aqueles que definem as quatro direcções. A Norte temos a água, a tranquilidade; a Nascente temos a energia árvore, estimulante; a Sul o fogo, energia da expansão. A Poente temos a energia metal, do recolhimento; ao centro está a terra, a energia da segurança.
De que forma podem ser aplicados na decoração?
Numa casa que tenha dois ou três quartos pode escolher, segundo os elementos, qual será o ideal para dormir, servir de escritório ou de quarto das crianças. Por exemplo, no quarto de casal, a energia terra promove a tranquilidade, segurança e protecção. Num quarto de criança, escolheria a energia árvore, mais dinâmica.»


 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Como criar um terraço mediterrânico