Mude a sua casa e melhore a sua vida III

«É possível equilibrar as energias quando a planta da casa não é favorável?
Há combinações entre energias. Sabemos que a água com o fogo gera conflito, mas se colocar a energia árvore pelo meio já harmoniza, porque a água alimenta a árvore e a árvore o fogo. Por exemplo, na casa de banho a energia é água.
Se estiver a Sul (área do fogo), cria um desequilíbrio na casa e na vida. O fogo está associado ao lado social e em contacto com a água enfraquece. Podemos corrigi-lo com a decoração, introduzindo o elemento árvore (plantas), reforçando o fogo (velas) ou pelas cores dos têxteis.
Que estilo é mais harmonioso?
A decoração moderna e minimalista tem impacto visual mas é mais fria e a energia corre bastante. O estilo clássico dá-nos a sensação de estabilidade. Mas tudo depende do espaço e da fase da vida em que nos encontramos.
Em jovens, preferimos algo moderno e arrojado e, à medida que amadurecemos, procuramos um ambiente tranquilo, marcado pelas madeiras e tecidos.
Quais são os materiais mais indicados?
Os materiais naturais: madeira autêntica, palhinha, papel, algodão ou linho. Enquanto as fibras naturais têm uma energia próxima da nossa, tudo o que é sintético (plástico, acrílico ou vinil) pode ter energias desequilibradas que, em vez de nos ajudarem, perturbam-nos.
O que pensa da moda de pintar uma parede de uma cor distinta?
Ao pintarmos só uma parede criamos um desequilíbrio. A atenção é dirigida para um dos lados, seja porque a cor é mais forte e atrai-nos ou mais escura e desvia o olhar para a parte com luz.
Pode ser positivo em áreas com formas irregulares ou mal distribuídas. Essa parede funciona como moldura.
Deve ficar à nossa frente quando entramos mas, seja no quarto ou sala, confere mais harmonia se ficar numa zona para a qual não estejamos sempre a olhar. O mesmo se aplica ao papel de parede com padrões, que cria dinâmica mas torna-se confuso se pretendemos calma.
Como podemos fomentar a intimidade no quarto?
No quarto de casal, aplicamos a simbologia dos pares, representada por duas mesas de cabeceira idênticas. O uso de modelos diferentes indica que o casal não vive a relação de igual forma, há um desfasamento e um sente-se mais apoiado do que o outro.
Se tivermos simetria (duas mesas e candeeiros iguais), há mais equilíbrio. Depois pode pôr velas, flores, jóias, imagens sedutoras ou do corpo humano, que estimulam a intimidade. »






Comentários

Mensagens populares deste blogue

Como criar um terraço mediterrânico