Parte II - 14 segredos para melhorar a composição corporal

Saiba mais técnicas que a ajudam a queimar gorduras

Parte II - 14 segredos para melhorar a composição corporal

No seguimento do último artigo e como o prometido é devido, aqui estão mais sete: 
8. Se quer emagrecer, aumente a sua ingestão de fibra. Recomenda-se 30-50 gramas de fibra por dia, que deverá vir principalmente de vegetais orgânicos, de algumas frutas de baixo índice glicémico e de outros alimentos ricos em fibra (sementes de linhaça e de chia são excelentes opções). Em geral, tente evitar as fibras de grãos (milho, cevada, centeio, trigo, arroz) porque são ricas em hidratos de carbono e têm um impacto muito maior sobre a insulina. Os estudos demonstram que as pessoas que fazem uma dieta rica em fibra perdem 1-2 kg a mais por mês do que as pessoas com dietas baixas em fibra.
9. Nas suas sessões de treino faça exercícios compostos com pouco descanso para criar o efeito EPOC (consumo excessivo de oxigénio pós-exercício). Isto vai elevar o metabolismo, aumentar a libertação da hormona do crescimento e da noradrenalina, o que irá resultar num aumento de utilização da gordura corporal como fonte de combustível.
10. As calorias não são todas iguais! As calorias que você consome podem impactar significativamente a quantidade de gordura que o seu corpo queima ou armazena. Por exemplo, há uma grande diferença entre um lanche de 300 calorias de hidratos de carbono refinados (pão, bolos, bolachas e açúcar) e outro de igual quantidade, que é rico em proteínas, gorduras saudáveis, vitaminas, minerais e fibras (por exemplo: peru, pêra abacate e frutos vermelhos).
11. A adrenalina e a produção de ácido lático estimulam o glucagon, que é uma hormona que mobiliza as reservas de gordura do nosso corpo. O treino de resistência metabólico e o treino intervalado de alta intensidade são excelentes formas de potenciar este efeito, queimando a gordura indesejável.
12. O stress crónico vai perturbar o seu ritmo de cortisol natural, que deve ser elevado de manhã e que vai decrescendo ao longo do dia. O cortisol elevado é geralmente acompanhado de insulina e os dois juntos podem causar estragos nos seus níveis de gordura corporal e saúde. Reduza o stress fazendo atividades como treino de força, kick boxing (acredite, dar socos e pontapés ajuda muito!), yoga, meditação, sauna, massagem, e não se esqueça de tomar o batido de recuperação após o treino. Além disso, durma pelos menos 8 horas e não se deite muito tarde.
13. Se pretende que a perda de gordura seja permanente, precisa entender que “estar em boa forma é um estilo de vida e não uma fase de treino ou dieta.” A única coisa que funciona no longo prazo é a seguinte: aprender o que comer, como comer e quando comer para otimizar a sua fisiologia e compreender os mecanismos à sua volta que o fazem perder o controle comportamental. A implementação de um plano de treino inteligente que previne lesões, aumenta a massa muscular e melhora a sua qualidade de vida é a outra parte da equação.
14. AJA AGORA e não deixe para amanhã o que pode fazer hoje. Se quiser obter resultados diferentes, tem que fazer coisas diferentes. Faça uma coisa de cada vez (se tentar fazer muitas mudanças ao mesmo tempo digo-lhe já que não vai dar certo!) e verá que ao fim de algum tempo terá alguns resultados.
Se acha que o tipo de informação tratada nestes dois posts é relevante para que possa alcançar os seus objetivos, deixe os seus comentários abaixo e conte-nos a sua experiência.
Até para a semana e até lá…continuações de bons treinos!

  • Pedro Correia

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Como criar um terraço mediterrânico