Manicure de longa duração

As confissões de uma viciada em vernizes

Manicure de longa duração
Quinze dias de duração, zero tempo de secagem e brilho impecável. Experimentámos o novo verniz de gel e contamos porque vale a pena.
O mais comum, quando me sento na cadeira da manicure, é pensar no número de dias que vai durar desta vez? A verdade é que não tenho as unhas mais saudáveis. São finas, estriadas e partem facilmente, o que se traduz numa manicure que dura, no máximo, três dias sem lascar.
Imaginem a minha felicidade quando me falaram de um verniz que dura cerca de duas semanas e que, ainda por cima, não põe em causa a saúde das unhas. Fui logo experimentar o verniz de gel, uma técnica de longa duração, à prova de pancadas e de àgua, que se aplica como um verniz mas funciona como um gel.
Antes de começar
Sento-me na cadeira e disparo uma série de perguntas sobre esta novidade. Afinal de contas, gosto que o verniz dure mas não adoro o aspeto artificial que outras técnicas proporcionam. Descobri, por exemplo, que para aderir a 100%, o verniz de gel tem de ser aplicado sobre a unha seca. Por isso, se for preciso remover peles, deve recorrer-se apenas à ajuda de um creme.
Passo a passo
Existem três produtos que não podem faltar na aplicação do verniz de gel, nomeadamente base, cor e top coat. Se por acaso um destes passos não estiver incluí­do no processo, fuja! Estão a tentar 
vender-lhe gato por lebre. Aplicaram-me a base, que sequei durante dois minutos num forno UV, uma camada do verniz de gel (a paleta de cores é extensa) seguida de mais dois minutos de forno, uma segunda camada, outros dois minutos e, finalmente, a top coat e os últimos dois minutos de secagem. Todos os produtos foram aplicados sem tocar na cutícula, para evitar que o verniz possa lascar a partir daí­.
Fácil de remover
Passaram duas semanas e as minhas unhas continuavam bonitas, resistindo a banhos e lavagens de loiça. Só ao décimo-quinto dia é que a primeira lascou. E apenas essa! O único senão era notar-se, perto das cutí­culas, o crescimento das unhas. Por isso, estava na altura de remover o verniz. Com um disco impregnado em dissolvente, envolveram as minhas unhas, esperei alguns minutos e os vestí­gios de verniz foram removidos com um bastão de laranjeira.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Como criar um terraço mediterrânico